Pages

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Os livros que eu já li. Parte 1 - A Infância

Há alguns dias eu estava pensando: Qual o meu primeiro contato com leitura? Quais são minhas influências? O que eu gosto de ler? Dai lembrei, eu pedia livros ou LP´s pros meus pais quando era criança. E eles (ainda bem) me deram algumas pérolas que eu lembrarei agora. Além das clássicas princesas, eu lia:


- Uma pipa tão pipa no céu - Era uma pipa que tinha medo de voar e seu dono a incentivava. É o primeiríssimo. Tenho até hoje.  "Uma pipa que tinha medo de altura, onde já se viu? Regina Siguemoto mostra, em linguagem poética, como Amarelinha, a pipa medrosa, vence o medo de voar e descobre a beleza da paisagem, dos passarinhos, do sol nascendo. As ilustrações de Martinez criam uma pipa simpática e divertida, e falam do tema medo com bastante leveza.”

- A cabra do seu Joaquim - é a história de uma cabra que quer fugir da  fazenda do Seu Joaquim. Ele tenta impedi-la, mas a cabra, mesmo sabendo que tem um lobo na montanha, consegue escapar. Eu morria de medo da página que mostrava a imagem do lobo. Tenso!


- Os macacos que moravam numa ilha e queriam trocar e eu não lembro o nome desse livro! RS



- As férias da Bruxa Onilda - A famosa Bruxa Onilda ira pra praia e aparecia de maiô! Sensacional!










- Uma história por dia - Disney: Era uma coleção de 4 livros (um por estação) com uma história para ler cada dia. Sensacional!!


- Porque não servem pizzas no natal? "Ele era muito jovem para virar ensopadinho no Natal. Pobre peru! No pior são os enfeites prateados nas pastagens coaxava o sapo. O cachorro achava as ameixas uma cosia horrível. Mas indecente mesmo é ficar todo depenado, peladão, no meio da mesa com aquela gentarada toda em volta, babando cacarejava a galinha. Só que na hora fatal, a cozinheira aproximou-se e... o peru voou, levando junto todos os outros bichos que, a partir de então, modificaram os hábitos natalinos. Agora só se servem pizzas no Natal. E no ano novo: ravióli!"

Coleção Vaga-Lume- Ok, é clássico e fez parte da minha história literária infantil. Houve um sorteio e a Professora Iara me deu para ler: A Ilha Perdida da Maria José Dupré.

"O livro conta a história de dois garotos que, em suas férias de verão, viajam para a casa de seu padrinho. Na fazenda de seu padrinho tem um riozinho, apelidado de "filhote da Paraíba", que some atrás de moitas, além de um morro bem alto. Do alto dele, pode-se ver uma ilha, também apelidada por eles de "Ilha Perdida". Um dia, um dos dois decidiu que iria a qualquer custo a essa ilha. Eles decidem ir. Lá, Henrique descobre que há um habitante que vive com animais. No decorrer do livro ocorrem fatos, em que Henrique vive amigávelmente com Simão, o habitante da Ilha.
- O rapto do garoto de ouro e Um cadáver ouve rádio, também da Serie Vagalume.


- Capitães da areia, do sensacional Jorge Amado! A partir dai eu engatilhei e continuei o gosto pela leitura.


Enfim, foi daí que surgiu tudo isso!


E quais são seus primeiros livros? Como é a sua memória literária?

Um comentário:

Fernanda disse...

Nunca vou esquecer de Uma Pipa tão Pipa no Céu!!!! Sensacional! E a coleção dos Pingos também foi importante na minha primeira série, além das clássicos "A aventura do Arroz", "A Aventura do Café" e afins, que me ensinaram desde criança como as coisas funcionam! Fora a bíblia, né meu bem?... BEIJOS